FanFic Tokio Hotel

Gostas da banda alemã Tokio Hotel? Gostas de criar com eles? Saber tudo sobre eles? Então inscreve-te aqui! Podes desde escrever FanFic's a postar vidios teus ou que gostes....Have Fun
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 "Nada nem ninguém é perfeito!" Cap.1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kaulitz's Girl



Mensagens : 4
Data de inscrição : 21/08/2008
Idade : 24
Localização : Bill's room ^^ (Braga)

MensagemAssunto: "Nada nem ninguém é perfeito!" Cap.1   Ter Set 02, 2008 5:14 pm

Dia completamente chuvoso, horrível. Não se vê um único raio de luz vindo do céu!
As nuvens escondem aquele céu azul que a Filipa adora! Mas pode-se ver um céu negro magnífico, digno de um dia assombrado! Quanto a mim o dia nem está assim tão mau. É o dia perfeito para pensar!
Pensar no estúpido dia de aulas que vou ter a amanhã depois de eu te ter deixado!
Ju: Mas tu vais pagá-las Luís, não vai ser um anormal de um rapaz que me enche o Hi5 de comentários ordinários ás fotos do Bill, e fica sem resposta!
Naquele momento só precisava de falar com alguém...Ocorreu-me a Filipa.
Ju: Ai, que nervos, tem o telemóvel desligado! Vais me obrigar a atravessar esta chuva que me vai furar a pele, de tão ácida que estou?! Ok, tem que ser!
Lá vou eu, ela mora mesmo na casa do lado direito, como da janela do meu quarto vi que ela não estava no quarto dela, tive que ir mesmo à casa dela!
Toco à campainha, e é o irmão mais velho dela que abre a porta! Aquele gótico que me põe o coração a bater mais rápido de tão lindo que é! Mas ok, eu amo o Bill... Smile
Como sempre ele limitou-se a abrir a porta, e bazou para o seu refúgio (o quarto)! Já espreitei uma vez lá para dentro, e é o típico quarto preto que eu também adorava ter, mas que os meus pais não me deixam!
Fui até à cozinha ver se estava lá a mãe da Filipa, de certeza que ela me sabia dizer onde ela estava!
Ju: Olá, Dona Carla!
Carla: Olá, Ju. Estás à procura da Filipa?
Ju: Sim, sabe-me dizer onde ela está?
Carla: Está no sótão! Podes subir!
Ju: Muito obrigada!
Enquanto subia as escadas já conseguia ouvir bem alto a música dos GodThorn vinda do quarto do Pedro, para hoje estar a ouvir música daquela banda é porque estava relativamente mais feliz! É estranho dizer isto mas é mesmo assim com ele!
Cheguei ao sótão e estava lá a Filipa a pendurar mais uns poster’s dos Tokio Hotel! Pode-se dizer que eu e ela mandávamos no sótão! Como fundo ouvia-se o CD Zimmer 483, com a minha música preferida desse CD, Heilig.
Filipa: Oi. Hoje o meu irmão está completamente insuportável!
Ju: Está mais lindo que os outros dias! Razz
Filipa: Porque dizes isso?
Ju: Ai...Ele veio-me abrir a porta!
Filipa: Uau...Que coisa espectacular...E que te disse?
Ju: Nada... Neutral
Filipa: AhAhAhAh...E só por causa disso ele já está mais lindo?
Ju: Oh...Pronto..Já sabes como eu sou...O teu irmão é uma coisa do outro mundo!
Filipa: É lindo não é? Razz Oh, eu não o acho nada demais, é meu irmão, ponto final.
Ju: Ok. Olha estou completamente farta...
Filipa: Podes crer. Já viste bem a merda de dia que está hoje?
Ju: Oh, o dia até está fixe. Estava-me mesmo a referir à cena do Luís!
Filipa: Eh pá...Ando-me a passar com esse gajo...Não entendo o que se passa com ele! Ele antes respeitava-te e agora mudou assim de repente.
Ju: Pois...Eu adoro-o. Depois do que aconteceu tive que acabar tudo com ele. E agora nem me sinto assim tão triste como pensava que ia ficar.
Filipa: Pois. Adoras-lo...Alguma vez disses-te que o amavas?
Ju: Pois, eu nunca disse isso...Lá no fundo não sei o que é o amor!
De repente o Pedro entrou pelo sótão...Assustei-me com aquilo, não o esperava de todo lá! Pegou num CD e ia-se embora...Eu e a Filipa estávamos completamente caladas, espantadas por aquilo ter acontecido...Mas de súbito antes de ter saído totalmente ele falou-me...
Pedro: É um dos sentimentos mais fortes que podes sentir...Quando amas alguém consegues caminhar por cima do mar, podes voar sem asas, podes cheirar os pensamentos de alguém...Quando estás sem a pessoa amada é como se não existisse ar para respirares, como se estivesses sozinho no mundo...Tudo o que te digam é um nada! Só pensas na tal pessoa, ficas doente, obcecado por ela...Não vives para mais ninguém...Com o tempo deixas de ser quem és, para te tornares no ideal dele ou dela. O amor tem as suas partes podres e boas. Numa palavra amor é...
Carla: Pedro...Anda cá a abaixo, por favor!
Pedro: Bem...Xau!
E foi-se embora...Naquele momento ambas odiávamos a mãe da Filipa...Ele ia “abrir-se” finalmente. Caso não saibam...Aquela foi a primeira vez que o Pedro falou directamente para mim! E já o conheço desde que nasci...Ele tem quase 19 anos...E já é tão profundo!
Filipa: Oh my God! Aquele é o meu irmão? Não conhecia aquele Pedro!
De repente a Filipa olha para mim...Como se estivesse á espera que eu disse-se alguma coisa...Milhares de lágrimas me corriam a cara...Nada conseguia dizer...
Filipa: Oh mana, que tens?
Ju: Viste bem aquilo que ele disse? Foi lindo! Se aquilo que ele disse estiver correcto então eu nunca amei ninguém! Olha, preciso de dar uma volta!
Filipa: Mas ficas bem?
Ju: Sim, isto daqui a um bocado já nem choro... Razz
Filipa: Ok linda. Queres que te leve até à porta?
Ju: Não é preciso! Bem...Xau, até amanhã!
Enquanto descia as escadas cruzei-me com o Pedro...Ainda estava a chorar...Tinha medo que ele visse as lágrimas! Pensei que me ia gozar, ou apenas ignorar! No entanto, ele disse-me algo...
Pedro: Iceberg!
Depois de ele me ter dito aquilo, virei-me para trás, e colei a olhar para ele...Ele fez o mesmo. Não aguentei e comecei a chorar desalmadamente. Voltei a virar-me a sentei-me nas escadas a chorar, dava para sentir que ele ainda ali estava, a olhar para mim. Por incrível que pareça, ele veio e sentou-se ao meu lado. Já com a maquilhagem dos olhos toda desfeita, atrevi-me a olhar para ele...
Pedro: O amor é como um iceberg, uma grande massa, congelada, e porquê congelada? Porque o amor fica lá dentro, bem no interior, onde está quentinho, e não existem muitas possibilidades de se extinguir! Mesmo assim, um iceberg surpreende-te com a sua parte inferior, aquela que está escondida por debaixo da água, pode-te fazer uma rasteira, e magoas-te ou morres! O amor também tem isso, a outra pessoa a qualquer momento pode enganar-te...Lá no fundo, até pode nem saber porque o faz mas ninguém é perfeito...Entendes Joana?
Não me ocorria dizer-lhe nada, e num acto de pura loucura pensei em beijá-lo, mas não podia, mal nos conhecíamos, e podíamos ser apanhados por alguém...
Então abracei-o na esperança que ele percebesse que eu entendi aquilo que ele me disse, e que também me abraçasse, em sinal de que me apoiaria...Por magia, ele fê-lo! Abraçou-me também!
Ju: Obrigada por tudo, nunca pensei ouvir tais coisas vindas de ti.
Pedro: Eu também nunca pensei que precisasses de ouvi-las, sempre tive ideia de seres uma rapariga com muita força, capaz de superar tudo, e que não se deixava ir a baixo facilmente.
Ju: E eu sou assim como dizes, mas todos temos fraquezas, infelizmente algo me fez fraquejar agora, mas não vai ser por muito tempo.
Sorri-lhe. Ele retribuiu o sorriso.
Pedro: Bem, mas ias-te já embora? Não queres ficar mais um pouco?
Ju: Eu ia dar um passeio até ao parque...
Pedro: E vais sair com a maquilhagem assim?
Ju: Está assim tão mal?
Pedro: Não! Mas pensei que te importasses mais com isso...Se quiseres vens até ali e arranjas-te!
Ju: Pois, eu não tenho aqui nada, mas acho que se pedir à Filipa as cenas dela, ela não se importa...Ummmm, ela só vai estranhar é ainda me ver aqui!
De repente o pai dele chegou a casa, devia vir do trabalho.
Pedro: Eia, vem aí o meu pai!
Ju: Então eu vou-me mesmo embora.
Levantamo-nos, o pai dele entrou e foi logo em direcção à cozinha, nem nos viu.
Ju: Olha Pedro, mais uma vez obrigado...
Começo a descer as escadas e paro perto da porta.
Pedro: De nada, da próxima vez que vieres cá, quero-te mostrar uns CD’s...Curtes heavy metal?
Ju: Sim... Very Happy
Sorri-lhe, enquanto abria a porta.
Pedro: Fixe. Então até amanhã?
Ju: Até amanhã.
Saí...Quando fechei a porta nem queria acreditar naquele diálogo que tínhamos acabado de ter. De uma coisa tinha certeza, só dava graças pelo o que o Luís me fez! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nadia'



Mensagens : 8
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 20
Localização : Bem juntinho dele :'D {entre o Tom e o colchão}

MensagemAssunto: Re: "Nada nem ninguém é perfeito!" Cap.1   Seg Jul 13, 2009 1:09 am

Gostei Wink
Continua Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
"Nada nem ninguém é perfeito!" Cap.1
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ford Mercury 49 RAT ROD "FINALIZADO 16/10!"
» Ferrari Breadvan "tunning"
» Ferrari Enzo - "FIORANO"
» Piper PA-28-140 "Cherokee" - Academy - 1:48 - (ATUALIZADO EM 7/6/2009)
» V-11 Vultee GB2 " Vultizão "

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFic Tokio Hotel :: Fan-Made :: FanFic & Shot's-
Ir para: